Primavera e Alergias  

Com o início da primavera no mês de setembro, os dias ficam mais longos e o período com luz solar aumenta no Hemisfério Sul. As plantas são muito sensíveis às mudanças de luz, temperatura e umidade, e ao serem expostas a mais luz solar, acumulam a energia necessária para florescerem. Inicia-se assim uma época muito fértil na natureza, de reprodução de várias espécies de plantas.

A primavera é considerada por muitos a estação mais linda e agradável do ano, pelo colorido e aroma das flores e por sua temperatura amena. Porém, nem tudo são flores. As alergias aumentam nessa época. É a estação em que a polinização das plantas ocorre com mais intensidade, principalmente em dias ensolarados e com vento, o que aumenta a concentração de grãos de pólen no ar.

No Brasil, a alergia ao pólen ocorre mais na região Sul, devido ao clima temperado, com suas estações bem definidas, e o cultivo de plantas alergênicas como o Lolium multiflorum, também conhecido como azevém. Utilizado como pastagem para animais, o azevém é a principal causa de polinose nos estados do sul. Não é nativo dessa região e acredita-se que foi trazida por imigrantes europeus para ser usado na agricultura. Porém também infesta lavouras de trigo e outras culturas, hortas, jardins e beira de estradas.

Se você coça muito o seu nariz e olhos, tem congestão nasal, espirros e coriza nos meses da primavera, é muito provável que você tenha polinose, ou rinite sazonal, termos usados para denominar a alergia ao pólen.

Vale a pena lembrar que as rinites podem ser perenes (sintomas durante todo o ano, causadas por ácaros, epitélios, fungos) e sazonais (sintomas numa determinada estação, como a polinose). Alguns apresentam as duas formas de rinite, ou seja, tem sintomas o ano inteiro mas que pioram na primavera. Uma característica importante no quadro clinico é a presença de sintomas oculares como hiperemia e coceira, já que a conjuntivite alérgica está presente em 97% dos casos de rinite sazonal. Para confirmar o diagnóstico é fácil; testes de alergia podem ser realizados na pele ou no sangue. Se o teste for positivo, é importante saber que há tratamento e alguns cuidados para melhor aproveitar as belezas da estação mais colorida do ano.

alergias-de-primavera

Algumas dicas de como evitar o contato com o pólen:

  • Evite sair de casa se estiver ventando.
  • Mantenha as janelas fechadas da casa e do carro e o ar-condicionado ligado.
  • Ventile a casa primeiras horas da tarde, quando os índices de pólen são mais baixos.
  • Corte a grama regularmente para evitar o crescimento das flores e considere remover ou podar as flores, se necessário.
  • Evite frequentar lugares com maior concentração de pólen como jardins, parques e estufas. Caso precise, use medicação preventiva antes.
  • Troque de roupa, tome banho e lave os cabelos quando chegar em casa.
  • Mantenha a casa sempre limpa,
  • Use óculos de sol para evitar o contato do ar com os olhos

Captura de Tela 2016-07-13 às 10.51.20